Para MPF, exigência de comprovante de vacina pelo IF Goiano de Rio Verde não é irregular

POR Ana Carolina Morais | 08/02/2022
Para MPF, exigência de comprovante de vacina pelo IF Goiano de Rio Verde não é irregular

Divulgação / IF Goiano Campus Rio Verde

O

O Ministério Público Federal em Goiás (MPF-GO) não vê a exigência de comprovante de vacina contra a Covid-19, realizada pelo IF Goiano de Rio Verde, como uma ação irregular. Por isso, o órgão arquivou a notícia fato instaurada por representação sigilosa com o intuito de apurar possível desvio da universidade ao requerer a apresentação do passaporte de imunização para permitir o acesso às aulas presenciais.

 

 

Para o procurador da República Wilson Rocha Fernandes Assis, a exigência do comprovante de vacina contra o novo coronavírus faz parte da autonomia universitária e do poder regulamentar da instituição. Além disso, o Supremo Tribunal Federal (STF), em 2021, considerou lícito o condicionamento abstrato do exercício de direitos à comprovação de cobertura vacinal.

 

 

Ao efetuar o arquivamento da notícia fato, o MPF-GO ainda ressalta que é desnecessário argumentar os benefícios que a imunização traz para a prevenção do vírus, que é notório, bem como que a Constituição prestigia o direito à vida acima do direito à liberdade de não se vacinar.

 

 

(Com informações da Assessoria de Comunicação - Ministério Público Federal em Goiás)

 

 

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES