É o líder que evitará a Ordem cair nas mãos daqueles que colocaram ela naquele fundo de poço, afirmou presidente da OAB Goiás sobre o apoio à Rafael Lara

POR Camilla Paes Leme | 22/09/2021
É o líder que evitará a Ordem cair nas mãos daqueles que colocaram ela naquele fundo de poço, afirmou presidente da OAB Goiás sobre o apoio à Rafael Lara

Jornal Somos

N

Na tarde desta quarta-feira (22/9), o atual presidente da OAB Goiás, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva, esteve em Rio Verde para um “Café da Tarde – Compromisso com a Advocacia”, e aproveitamos para fazer uma entrevista sobre sua gestão de quase 6 anos à frente da seccional de Goiás da Ordem, assim como das atuais ações durante a eleição e projeto futuros.

 

 

  1. Você já está há duas gestões à frente da OAB-Goias, o que mostrar de benefícios conseguidos em sua gestão, principalmente para a cidade e profissionais jurídicos de Rio Verde?

 

LÚCIO - Analisando este dois mandatos, praticamente 6 anos a frente da OAB Goiás, projetando tudo que fizemos no estado, eu posso dizer que praticamente reconstruímos a OAB Goiás. Quando eu recebi a Ordem em janeiro de 2016, recebemos uma instituição em grave crise financeira, com uma dívida consolidada de mais de 23 milhões de reais, instituição em estado e insolvência, com seu patrimônio físico absolutamente velho, e com a advocacia, principalmente no interior, se sentindo abandonada. Ao longo desses seis anos nós trabalhamos muito. E hoje temos uma instituição muito melhor do que aquela que recebemos, vale dizer, dívida paga, dinheiro em caixa, o patrimônio da ordem foi todo recuperado, 167 salas de OAB em todo o estado modernizadas, dezenas de subseções e suas sedes ou reformadas ou construídas.

 

E para Rio Verde, quando assumi a OAB Goiás, Rio Verde a cidade que é, o polo de geração de riquezas do nosso estado que é, com uma das advocacias mais competentes e importantes do brasil se quer tinha uma sede, porque a sede que Rio Verde tinha, fora em gestões anteriores, alienada, e o dinheiro saiu daqui e nunca mais voltou, e nós, logo no nosso primeiro mandato, assumimos um compromisso com a advocacia rio-verdense, de devolver a advocacia de Rio Verde a sua dignidade, por intermédio de uma nova sede, a qual nós construímos. Trouxemos pra cá e investimos só na sede de Rio Verde, 1 milhão e 800 mil reais, entre recursos da própria OAB Goiás e recursos que fomos buscar junto ao Conselho Federal. e hoje a advocacia de Rio Verde conta de acordo com o que ela merece, com uma sede de subseção, se não a mais, entre as mais modernas e mais bonitas do Brasil, usada pela advocacia rio-verdense e de acordo com aquilo que ela merece. Fora a estrutura de salas,  computadores, escritório compartilhado, tudo que a seccional trouxe para que a advocacia rio-verdense possa exercer o seu trabalho com dignidade.

 

 

  1. Depois de sua segunda gestão, como você vê a OABGO que você pegou da OAB que você está entregando?

 

LÚCIO - Olha nós podemos dizer o seguinte, que nós tiramos a OAB Goiás de um buraco, soerguemos a instituição, em seu aspecto financeiro, predial, modernizamos a Ordem, e também recuperamos a instituição em seu plano moral. Quando assumi a Ordem, a advocacia de Goiás estava desgostosa com a OAB, até porque as gestões anteriores se aproximou indevidamente, se submeteu indevidamente as forças políticas e partidária. A OAB em nossa gestão se afastou e manteve uma distância higiênica da política partidária, e recobrou a moral e respeito dessa que é a mais importante instituição civil da sociedade. Portanto eu acho que nós podemos dizer que a OAB soube na nossa gestão, que não é a minha, do Lúcio Flávio, as de uma série de bons companheiros e companheiras, nós transformamos a Ordem da água para o vinho, e pretendemos nessa caminhada que hoje iniciamos em Rio Verde, continuar nesse caminho de avanço, nesse caminho de melhoria da nossa instituição e dos serviços para nossa classe.

 

 

 

 

  1. Falando de projetos futuros, você será candidato à Conselheiro Federal?

 

LÚCIO - Ao cumprir estes dois mandatos, eu cumprirei integralmente até o último minuto, mas eu coloco a disposição da advocacia goiana minha pré-candidatura ao Conselho Federal da Ordem, para que eu possa representar a advocacia de Goiás junto ao Conselho Federal, e também aproveitar a experiência que tive nesses seis anos, para levar avanços à advocacia brasileira. Além do que estando no conselho federal eu tenho certeza de que podermos também trazer benefícios e avanços para advocacia goiana.

 

Aqui em Goiás, estamos passando o bastão da liderança para ao grande advogado Dr Rafael Lara Martins, e que é nosso pré-candidato à presidência da OAB Goiás, por esse grupo que resgatou a Ordem do fundo do posso, e é o líder que evitará a Ordem cair nas mãos daqueles que colocaram ela lá, naquele fundo de poço.

 

E aqui na subseção de Rio Verde, nós estamos caminhando junto de uma das mulheres mais valorosas, corajosa, e uma das mais brilhantes advogadas que tive oportunidade de conhecer, ao longo dos últimos anos, que é a Dra. Célia Mendes. Ela também está aqui carregando esse compromisso com a advocacia. Queremos a Dra. Célia dando continuidade a nosso trabalho, em nível de subseção. Com essas duas lideranças, Célia Mendes na subseção e Rafael Lara na seccional, eu tenho certeza que a OAB Goiás prosseguirá em boas mãos.

 

 

  1. Sobre a escolha de seu apoio à Rafael Lara e Célia Mendes, como aconteceu?

 

LÚCIO - Essas escolhas são sempre muito naturais. O grupo que hoje gere a seccional goiana é um grupo que revelou talentos de liderança muito expressivos, tanto homens como mulheres. Entretanto o cargo de presidente só pode ser ocupada por um ou por uma, e entre todos aqueles valorosos companheiros que predispuseram emprestar seus nomes nós em grupo entendemos que Rafael Lara é aquele que tem maior repertório. É quem tem as maiores condições para fazer basicamente duas coisas: conservar os benefício e avanços que construímos, evitando aquele passado funesto e conhecido pela advocacia goiana e principalmente pela advocacia de Rio Verde, mas também Rafael é nome que poderá trazer para advocacia goiana novidades olhando para o futuro, porque é um homem antenado com as necessidade do pós-pandemia, e de uma nova advocacia que vem por aí a partir do próximo ano, a partir do momento que nós virarmos a página negra da Covid-19.

 

E a Dra. Célia, aqui na subseção de Rio Verde, foi pra mim uma grata surpresa, porque a liderança e o surgimento do nome dela, veio de maneira absolutamente natural. Uma advogada que começou do zero, que trabalha muito, que tem uma atuação filantrópica junto a sociedade civil de Rio Verde, reconhecida por todos, recentemente venceu um câncer muito agressivo, se recuperou, sinal que é mulher de coragem, e mulher de posturas. E merece todo nosso apoio aqui em Rio Verde.

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES