Rio Verde

Coluna Cairo Santos: DESAFETOS POLÍTICOS SE RECONCILIANDO?

POR Jornal Somos | 31/03/2023
Coluna Cairo Santos: DESAFETOS POLÍTICOS SE RECONCILIANDO?

Reprodução/Redes Sociais @lucasdovalego

A

A semana da Tecnoshow Comigo que termina hoje, 31, em Rio Verde, tem servido para divulgação de inovações tecnológicas no agronegócio e também para articulações políticas. Um passarinho de pena bem brilhante me contou que no início da semana uma reunião foi articulada pelo senador Wilder Morais, para acontecer em Rio Verde, com lideranças consideradas de direita, ou seja, de apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro. A reunião aconteceu sem a presença do senador Wilder que de última hora não pode comparecer, e o palco foi a residência do vice-presidente do Sindicato Rural de Rio Verde, o empresário Everaldo Pereira, que parece estar trabalhando para conseguir entrar no cenário político partidário e se tornar opção do setor para as eleições de 2024. O prefeito Paulo do Vale, o filho Lucas do Vale e a deputada federal Marussa Boldrin teriam participado desta reunião e nas suas falas elogios de parte a parte. Não é segredo para ninguém que o grupo da deputada federal Marussa Boldrin (MDB) está disposto a assumir o comando do partido em Rio Verde, hoje nas mãos do grupo ligado ao prefeito Paulo do Vale. Este passarinho me contou que também no início da semana um emissário, da confiança do vice governador e presidente estadual do MDB, esteve conversando com Isaac Portilho, nome forte do partido em Rio Verde e articulador do grupo de oposição ao prefeito Paulo. O assunto: bandeira branca e a possibilidade de uma aliança futura. O vice-governador, candidato natural a sucessão de Caiado, Daniel Vilela, estaria preocupado com os buchichos que circulam nas mesas de bares de Rio Verde, dando conta de que o prefeito Paulo do Vale (UB) estaria disposto a entrar na disputa pelo governo do estado. Aí vem a pergunta: seria a hora de tirar o comando do partido em Rio Verde do grupo ligado ao prefeito? Só o Daniel para responder.

 

 

 

FRANGO EM PÉ FORA DA LISTA DE COMPRAS NAS FEIRAS BRASILEIRAS

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) publicou ontem (30) uma portaria que suspende, em todo território nacional, a realização de exposições, torneios, feiras e demais eventos com aglomeração de aves. A medida, de caráter preventivo, tem validade inicial de 90 dias e foi tomada em função do risco de ingresso e de disseminação de casos de gripe aviária no país. Em Rio Verde a proibição existe deste da última segunda-feira, 27.

 

 

A portaria também suspende, em todo o território nacional, a criação de aves ao ar livre, com acesso a piquetes sem telas na parte superior, em estabelecimentos registrados.

 

 

A suspensão se aplica “a quaisquer espécies de aves de produção, ornamentais, passeriformes, aves silvestres ou exóticas em cativeiro e demais aves criadas para outras finalidades”, diz a portaria.

 

 

Em janeiro, nota técnica do Mapa alertou para a necessidade de adoção de medidas preventivas contra a gripe aviária em razão do aumento da notificação de casos de ocorrências de focos de influenza aviária (IA) em diversos países do mundo.

 

 

Na ocasião, o ministério determinou o aumento das atividades de vigilância sanitária nos estabelecimentos avícolas por parte dos órgãos Estaduais de Defesa Sanitária Animal. Além disso, também foi solicitada a realização de vigilância epidemiológica para a gripe aviária em todos os sítios de aves migratórias reconhecidos pelo Departamento de Saúde Animal (DSA).

 

 

A nota chamou atenção para a intensificação das atividades de vigilância sanitária e atenção às ações de fiscalização em todos os portos, aeroportos internacionais, postos de fronteira e aduanas especiais e a proibição da entrada de aves oriundas de países onde está presente a doença.

 

 

O ministério determinou ainda maior rigor dos requisitos para a importação de material genético de aves, para diminuir o risco de entrada da gripe aviária no país. O Ministério informou ainda que não foi registrado nenhum caso em território nacional.

 

 

 

ANUNCIADO O NOVO ARCABOUÇO FISCAL

 

O setor econômico do mundo aguardava com ansiedade o anúncio do novo arcabouço fiscal no Brasil. Desde o início da semana o ministro da fazendo Fernando Haddad vem fazendo um tour pelos gabinetes do presidente da república, senado e câmara dos deputados, divulgando o projeto. Ontem foi a vezdo público em geral tomar conhecimento.

 

 

Apesar de algumas volatilidades ao longo da sessão, o mercado financeiro reagiu positivamente ao anúncio. O dólar caiu para o menor valor em quase dois meses. A Bolsa de Valores subiu quase 2% e fechou no maior patamar em 20 dias.

 

 

Em queda pelo quinto dia seguido, a moeda norte-americana atingiu o menor nível desde 2 de fevereiro, quando estava em R$ 5,04. A divisa acumula queda de 2,43% em março e cai 3,45% em 2023.

 

 

O anúncio do novo marco fiscal também foi bem recebido no mercado de ações. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 103.713 pontos, com alta de 1,81%. O indicador, que acumula cinco altas, está no nível mais alto desde o último dia 9.

 

 

Além do anúncio do novo arcabouço fiscal, que proporá um limite de crescimento das despesas em 70% da variação das receitas acumuladas em 12 meses, o mercado foi influenciado pelo exterior. O dólar caiu perante as principais moedas mundiais, dando sequência ao arrefecimento no plano internacional após bancos com problemas financeiros terem sido comprados por outras instituições financeiras. Importantes economistas brasileiros e até parlamentares de oposição elogiou o projeto.

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES