sexta-feira, 24 de maio de 2024

Seis possíveis casos de reinfecção por coronavírus estão sendo investigados em Goiás

POR | 13/08/2020
Seis possíveis casos de reinfecção por coronavírus estão sendo investigados em Goiás

Lindsey Wasson (Ilustração)

S

Seis servidores da saúde de Aparecida de Goiânia e da capital, estão sendo acompanhados pela Secretaria Estadual de Saúde, devido uma suspeita de reinfecção por coronavírus (Covid-19). Estes trabalhadores já haviam sido diagnosticados com a doença, foram tratados, e enquadrados como curados, mas recentemente foram submetidos a novos testes que outra vez, apresentaram resultado positivo.

 

Segundo Ismael Alexandrino, Secretário Estadual de Saúde, a secretaria está procurando em outros países, exemplos da mesma situação, para entender o que realmente acontece. “Temos trabalhado com duas possibilidades. Existe a possibilidade de ter havido uma primeira contaminação, a cura e a reinfecção; e existe a possibilidade do (teste) RT-PCR que foi feito no intervalo, aquele que negativou, a carga viral estar baixa e não ter sido detectada. Ou seja, se comportaria como alguma das síndromes virais que a gente já conhece, e não tipicamente como um caso, uma cura e uma reinfecção. Pode ser sim uma reinfecção, mas pode se tratar da mesma doença”, explicou.

 

Em Goiânia os servidores estão sendo tratados como se fosse a primeira infecção, com isolamento social e quarentena domiciliar por 14 dias a partir do surgimento dos sintomas. Em Aparecida de Goiânia ainda não foi informado o procedimento adotado pela Secretaria Municipal de Saúde.

 

Esses seis pacientes alegaram sentir os mesmos sintomas da primeira vez que foram diagnosticados com o coronavírus, mas com intensidade menor, mais leves desta vez. Uma terceira hipótese foi mencionada por Alexandrino, de que os resultados dos exames feitos mais recentemente tenham dado erro. “Dificilmente (foi um erro no resultado do exame). Não dá para descartar, mas é muito mais comum ter o falso negativo do que o falso positivo, ainda mais com essa técnica, que é o RT-PCR”, finalizou. (Com informações do G1)

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE: