Goiás

PF investiga participação de empresas em extração e venda ilegal de ouro em Goiás

POR Jornal Somos | 23/10/2019
PF investiga participação de empresas em extração e venda ilegal de ouro em Goiás

Divulgação/PF

N

Na manhã desta quarta-feira (23), a Polícia Federal (PF), deflagrou operação que apura a participação de empresas ligadas ao comércio de minério na extração e venda ilegal de ouro em Goiás, Mato Grosso e São Paulo.

 

De acordo com informações preliminares divulgadas, as investigações se iniciaram após a apreensão de 110 kg de ouro avaliados em mais de R$ 20 milhões, que ocorreu em junho deste ano, no aeroporto de Goiânia.

 

A Polícia, após a apreensão, detectou indícios da participação de empresas na emissão de notas fiscais falsas a fim de acobertarem a origem ilegal do ouro.

 

Ainda foi apontado pelas investigações, que uma das prováveis minas, de onde teria sido extraído parte do ouro apreendido, não estava em funcionamento, o que fortalece a tese de que o ouro é de origem ilegal e está sendo “esquentado” pelos investigado através de empresas de fachada.

 

Segundo a PF, as investigações apontam também a existência de empresa sem registro para comércio exterior que exportava ouro para a Europa. A Polícia agora trabalha para descobrir se os compradores sabiam ou não da ilegalidade.

 

Denominada Céu Dourado, a operação conta com a participação de aproximadamente 100 policiais federais que cumprem os mandatos nos três Estados mencionados. São investigados os crimes de usurpação de matéria-prima da União, crime ambiental e falsidade ideológica.

 

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES