sexta-feira, 24 de maio de 2024

Goiás

CNA e Faeg apoiam semana do Pescado para incentivar consumo pelo País

POR Jornal Somos | 02/09/2021
CNA e Faeg apoiam semana do Pescado para incentivar consumo pelo País

Foto: Divulgação CNA

O

O Sistema Faeg/Senar/Ifag e a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) apoiam a realização da 18ª Semana do Pescado, evento que será realizado de 1º a 15 de setembro, com o objetivo de incentivar o consumo de pescado em todo o Brasil.

 

 

Além de reunir a cadeia produtiva para fomentar e desenvolver o consumo de pescado no varejo e food service brasileiro, a campanha pretende consolidar uma época de grande consumo de pescado e instituir uma cultura duradoura de consumo de peixes e frutos do mar no Brasil.

 

 

Segundo o presidente da Comissão Nacional de Aquicultura da CNA, Eduardo Ono, trata-se de uma ação massiva de divulgação – que envolve promoções e eventos gastronômicos – para fomentar o aumento e a diversidade do consumo. Além do grande varejo, as redes de restaurantes, peixarias e até feiras participam da campanha.

 

“É um evento extremamente importante para o nosso setor porque já virou uma espécie de segunda quaresma em relação ao pico do aumento de consumo e de comercialização de pescado no País”, afirmou Eduardo Ono.

 

 

Como benefícios também são esperadas a geração de uma nova perspectiva de planejamento produtivo e de novos negócios para o fortalecimento da cadeia produtiva, por meio da difusão de conhecimento e valorização dos profissionais do setor.

 

 

A Semana do Pescado também conta com o patrocínio da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), da Associação Brasileira das Indústrias de Pescados (Abipesca) e da Associação Brasileira de Fomento ao Pescado (Abrapes), entre outras entidades e empresas do setor.

 

 

Produção - Segundo dados da Pesquisa Pecuária Municipal (PPM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção aquícola no Brasil (incluindo peixes, camarões, ostras, vieiras e mexilhões) cresceu 3,2% em 2019 em relação a 2018, e alcançou 599 mil toneladas. Os números apontam um crescimento constante do setor de 3% a 7% desde o início da série histórica, em 2013.

 

 

A tilápia continua como espécie mais produzida, respondendo por 61,1% da produção nacional de peixe. A produção alcançou mais de 323 mil toneladas em 2019, crescimento de 3,35% em relação a 2018, segundo a PPM.

 

 

Exportações – O setor de pescados exportou US$ 45,8 milhões no mês de julho de 2021. Esse valor representa uma expansão de 52,4% frente ao mesmo mês em 2020. No acumulado no ano até julho, as exportações do setor totalizaram US$ 157,3 milhões, marcando um crescimento de 30,5% frente ao mesmo período de 2020.

 

 

Para informações sobre a Semana do Pescado clique aqui.

 

 

Fonte: Comunicação Sistema Faeg/Senar/Ifag com informações da CNA

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE: