quarta-feira, 24 de julho de 2024

Saúde

Procura pela 2ª dose da vacina contra a dengue está baixa, alerta Saúde de Goiás

POR Marcos Paulo dos Santos | 05/07/2024
Procura pela 2ª dose da vacina contra a dengue está baixa, alerta Saúde de Goiás

Foto: Iron Braz

A

A Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) alerta para a baixa adesão à segunda dose da vacina contra a dengue. Segundo o Ministério da Saúde, a proteção eficaz contra a doença só é garantida após a aplicação das duas doses, com um intervalo de 90 dias entre elas. Dados da SES-GO indicam que mais de 118 mil pessoas ainda não retornaram para tomar a segunda dose.

 

 

Essa baixa adesão é observada principalmente nas nove regiões que receberam as primeiras doses em fevereiro deste ano. A gerente de Imunização da SES-GO, Joice Dorneles, expressou preocupação, destacando a importância da vacinação para a prevenção da doença, especialmente antes do período chuvoso, quando os casos de dengue aumentam.

 

 

A vacina contra a dengue está disponível para crianças e adolescentes de 6 a 16 anos, e também para adultos de até 59 anos que se vacinaram durante a ampliação do público-alvo em abril. É crucial que todos completem o esquema vacinal com a segunda dose para garantir proteção contra os quatro sorotipos da dengue: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4.

 

 

Os municípios já estão abastecidos com doses da vacina para a segunda aplicação. À medida que outras cidades atingirem a data para a segunda dose, também receberão novas unidades do imunizante conforme o envio pelo Ministério da Saúde.

 

 

Goiás registra atualmente 381.842 casos notificados de dengue, com 231.436 confirmações e 323 mortes em 2024. Desde o início da campanha de vacinação, foram aplicadas 190 mil doses, sendo 177 mil primeiras doses e apenas 13 mil segundas doses nos 246 municípios goianos.

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE: