Tirinha usada em atividade escolar é alvo de críticas e gera demissão de professor de sociologia em Goiás

POR Ana Carolina Morais | 01/07/2022
Tirinha usada em atividade escolar é alvo de críticas e gera demissão de professor de sociologia em Goiás

Reprodução / TV Anhanguera

U

Uma tirinha utilizada em uma atividade escolar em uma instituição de ensino de Goiânia se tornou alvo de críticas nas redes sociais, o que acabou gerando a demissão do professor de sociologia, Osvaldo Machado. A acusação é de que o quadrinho foi usado pelo educador com a pretensão de ensinar os alunos a “odiar a polícia”.

 

 

Uma das principais oposições ao trabalho do professor, que fez este caso ganhar uma grande proporção, foi a do blogueiro bolsonarista Gustavo Gayer, que publicou a atividade escolar em sua rede social afirmando que aquilo era “doutrinação” no ensino.

 

 

De autoria do quadrinista André Dahmer, a tira consistia em um homem, lendo um jornal, comentando sobre assaltos em São Paulo e afirmando que “ainda bem que temos a polícia para combater a violência em prol... da barbárie!”. A pergunta que estava junto à tirinha questionava “qual o elemento do Estado que está sendo retratado na tira abaixo?”.

 

 

O próprio autor da tira repercutiu o caso por meio de sua rede social, afirmando que o Colégio que demitiu o professor de sociologia “não sabe, mas meu trabalho aparece com frequência em concursos públicos e vestibulares” e que “em 2011, um dos meus quadrinhos foi tema de redação do ENEM”.

 

 

Alunos da instituição de ensino responsável pela demissão do educador de sociologia utilizaram do intervalo das aulas para protestarem em apoio ao professor e contrariedade ao afastamento do profissional.

 

 

A partir de toda a repercussão, o professor explicou qual era a resolução da questão inserida na atividade escolar. “A resposta era que o Estado é o único que pode usar a força. É só isso”, disse.

 

 

O Colégio Visão, que é a instituição de ensino responsável pela demissão, também se manifestou por meio de nota, afirmando que “possui um código de conduta que veda manifestações políticas, partidárias ou ideológicas em ambiente escolar”, acrescentando ainda que “a direção do Colégio mantém um canal de diálogo aberto com alunos e familiares, sempre pautando suas ações no Código de Conduta”.

 

 

(Com informações do g1 Goiás e do Mais Goiás)

 

 

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES