Brasil

Presidente do Senado afirma que CPIs serão instaladas depois das eleições

POR Ana Carolina Morais | 05/07/2022
Presidente do Senado afirma que CPIs serão instaladas depois das eleições

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado (16.mai.2021)

O

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), informou, nesta terça-feira (5), que fará a leitura em plenário dos pedidos de instalação de novas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), mas que, apesar disso, as instalações dos procedimentos ocorrerão a partir de novembro, depois das eleições de 2022.

 

 

“A ampla maioria dos líderes entende que a instalação de todas elas deve acontecer após o período eleitoral, permitindo-se a participação de todos os senadores e evitando-se a contaminação das investigações pelo processo eleitoral”, justificou Pacheco.

 

 

Por meio de sua conta no Twitter, o presidente do Senado reconheceu a importância da instalação das CPIs. “O Senado, integralmente, reconhece a importância das CPIs para investigar ilícitos no MEC, desmatamento ilegal na Amazônia, crime organizado e narcotráfico. Os requerimentos serão lidos em plenário por dever constitucional e questões procedimentais serão decididas”, disse.

 

 

A oposição discordou do adiamento da criação das CPIs. O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), autor do pedido de instalação da CPI do MEC, por exemplo, contou que saiu da reunião com os senadores e Pacheco porque, de acordo com ele, estavam querendo “acertar juízo de conveniência e oportunidade” para a abertura das Comissões. “Não cabe ao colégio de líderes fazer isso. O presidente tem que ler [o requerimento da CPI] e instalar”, afirmou.

 

 

No momento, existem três CPIs que aguardam a leitura: a CPI do MEC, de autoria da oposição, com o intuito de investigar casos de corrupção na pasta da Educação; a CPI do Narcotráfico e Crime Organizado, defendida pelos governistas, com o objetivo de investir o crime e o tráfico; e a CPI das Obras Inacabadas, dos governistas, para investir as obras atrasadas dos governos anteriores.

 

 

Além destas, ainda existem outras duas Comissões, voltadas à apuração de casos de desmatamento na Amazônia, que foram oficializadas em plenário, mas ainda não estão instaladas, porque apesar da leitura do requerimento ter ocorrido em novembro de 2019, os senadores ainda não estabeleceram membros para o colegiado.

 

 

(Com informações do g1 e da Agência Brasil)

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES