Brasil

MEC lança projeto após baixo índice de alfabetização

POR Jornal Somos | 06/12/2019
MEC lança projeto após baixo índice de alfabetização

internet

O

O baixo índice de alfabetização revelado pelo resultado das duas últimas provas da Avaliação Nacional de Alfabetização e demonstrado no levantamento feito pelo Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) resultou no programa “Conta pra Mim”, lançado nesta quinta-feira (05) pelo Ministério da Educação, com o intuito de estimular a leitura de livros infantis em ambiente familiar.

 

De acordo com os dados do ANA, mais de 50% das crianças não atingiram o desempenho esperado, pois não possuem proficiência de leitura. Já o índice de compreensão de leitura elaborado pelo Pisa constatou que, na última década, este aprendizado encontra-se estagnado.

 

Dessa forma, para o secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim, o programa é uma resposta ao presente quadro da educação infantil brasileira, em uma tentativa de reverter o cenário atual. “Estamos abaixo da média. O problema é que descobrimos que 50% dos estudantes estão bem abaixo da média na proficiência de leitura. Apenas 0,2% dos estudantes atingiram o nível mais elevado. E isso é assustador”, afirmou.

 

O projeto possui como público-alvo os alunos da rede pública do 1º e 2º ano do Ensino Fundamental e faz parte da Política Nacional de Alfabetização. Além de incentivar o hábito diário da leitura, também serão criados “cantinhos de leitura” em creches, pré-escolas, museus e bibliotecas para a narração de histórias e atividades lúdicas.

 

 

Além disso, o MEC irá efetuar a capacitação de profissionais que serão os “tutores” de leitura, oportunizando uma bolsa incentivo de R$ 300 a R$ 400 para aqueles que colaborarem com a iniciativa.

 

O “Conta pra Mim” terá um custo de aproximadamente R$ 45 milhões, onde R$ 20 milhões serão destinados à bolsa incentivo dos tutores, R$ 17 milhões serão usados na impressão do material e dos kits de leitura e R$ 8 milhões para a logística do programa.

 

Segundo Nadalim, a ideia principal é que os alunos levem para casa as práticas de contação de histórias, leitura, diálogo familiar e motivação da oralidade entre pessoas da mesma família.

A iniciativa do projeto segue o princípio da Curva de Heckman, formulada por James Heckman, vencedor do Prêmio Nobel de Economia de 2000. O economista acredita que os investimentos feitos nas camadas mais jovens da população possuem maior retorno social.

 

 

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES