MUNDO

Conheça a história de 28 de junho, Dia do Orgulho LGBTQIA+

POR Ana Carolina Morais | 28/06/2020
img/noticias/Conheça a história de 28 de junho, Dia do Orgulho LGBTQIA+

Reprodução / GoHurb

H

Há 51 anos, no dia 28 de junho de 1969, em Nova Iorque, a Revolução de Stonewall dava início ao que passaria a ser conhecido como Dia do Orgulho LGBTQIA+, utilizado anualmente, desde então, para reforçar à luta contra a homofobia. Mas você sabe quais acontecimentos resultaram nesta data?

 

 

As relações entre pessoas do mesmo sexo eram consideradas crime, nos Estados Unidos, no início da década de 1960, e apesar de alguns estados terem derrubado esta medida, Nova Iorque era um dos que permaneciam inflexíveis. Mesmo assim, um bar chamado Stonewall Inn, localizado no bairro Greenwich Village, era ponto frequente da população LGBTQIA+, sendo inclusive reconhecido como “bar gay”, mas passando de certa forma invisível aos olhos do policiamento.

 

 

Os proprietários de Stonewall eram parte da máfia italiana e pagavam propina para que os policiais não atuassem contra o estabelecimento. Apesar das várias violações quanto a higiene, saídas de emergências e venda de bebida alcoólica sem autorização, o bar estava sempre frequentado por ser o único local de aceitação livre aos homossexuais.

 

 

 

 

Tudo mudou na madrugada do dia 28 de junho de 1969, quando policiais entraram no estabelecimento, agrediram frequentadores e prenderam 13 pessoas, entre funcionários, devido à venda de bebida alcoólica sem a devida licença, e travestis e drag queens, acusando-os de “violação do estatuto do vestuário”, uma vez que naquela época a legislação exigia que as pessoas utilizassem ao menos três peças de roupas consideradas “apropriadas” ao seu sexo.

 

 

Mas o que poderia ser apenas uma outra repressão, se tornou em um enorme símbolo devido à reação dos frequentadores do bar e também dos estabelecimentos vizinhos, que se reuniram e atiraram moedas, garrafas e outros objetos na equipe policial, o que virou um verdadeiro levante, sendo necessária a criação de uma barricada pelos agentes para se protegerem dos manifestantes que chegaram a causar um princípio de incêndio.

 

 

Uma brigada de incêndio apagou o fogo e dispersou a multidão, porém centenas de pessoas se reuniram e protestaram nos cinco dias subsequentes ao acontecimento, reivindicando direitos à comunidade gay e protestando contra a perseguição de policial.

 

 

 

 

Sendo assim, a Revolta de Stonewall transformou-se em um símbolo de libertação e demonstração de orgulho. Exatamente um ano após o incidente, milhares de pessoas retornaram ao bar e realizaram a primeira marcha do Dia da Libertação, que anos depois se tornou o mês do Orgulho LGBTQIA+, marcado pelo dia 28/06, como conhecido atualmente.

 

 

A área do Stonewall Inn se tornou o primeiro monumento nacional em homenagem aos direitos LGBTQIA+, nos Estados Unidos, em 2016, sendo um grande símbolo mundial desta luta por igualdade.

 

 

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES