Brasil

Enem encerra inscrições hoje (22), mesmo após adiamento da prova

POR Camilla Paes Leme | 22/05/2020
img/noticias/Enem encerra inscrições hoje (22), mesmo após adiamento da prova

Imagem: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo

E

Essa semana finalmente saiu a decisão dada pelo MEC (Ministério da Educação) em adiar o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2020 por um período de 30 a 60 dias, mas isto não modificou o prazo para se inscrever no exame que termina às 23h59 de hoje. O cadastro deve ser feito na Página do Participante. As provas, que aconteceriam em novembro, agora devem ser realizadas em dezembro ou janeiro de 2021 — ainda não há uma data definida. Segundo o MEC, será feita uma consulta aos inscritos, em junho, para que eles possam opinar sobre os dias de realização do exame.

 

O principal argumento utilizado para  mudança é o de que nem todos os estudantes têm condições sociais e financeiras de manter os estudos durante a pandemia da covid-19, ou nem sequer têm acesso às ferramentas necessárias para o ensino a distância, como celular e computador com acesso à internet. Fato que foi comemorado por entidades estudantis, secretários de educação, reitores de instituições de ensino e especialistas da área da educação. Mas nem tanto pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que vinha defendendo a manutenção do Enem em novembro. 

 

O Enem é considerado a principal porta de entrada ao ensino superior no país. Com o resultado das provas, é possível concorrer a vagas em instituições federais por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), se candidatar a bolsas em universidades privadas pelo Prouni (Programa Universidade para Todos) e conseguir financiamento pelo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

 

Único dia

Técnicos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) estudam reduzir o conteúdo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano, por causa da pandemia do novo coronavírus. Segundo apurou o Estadão, uma ideia seria fazer apenas um dia de prova, em vez dos dois que acontecem normalmente. Dessa forma, o Enem teria menos questões. Hoje são 180 testes e uma redação.

 

De acordo com técnicos ouvidos pelo Estadão, os estudos estão tentando calcular quantas perguntas podem ser retiradas para que fique só um dia de prova, mas não tão longo. É importante também manter a precisão dada pelo modelo estatístico da prova, a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Por ela, as perguntas são calibradas, em testes anteriores, para se saber se são fáceis, médias ou difíceis. A intenção é manter o mesmo grau de dificuldade. Os técnicos também buscam incluir perguntas com enunciados menores para que a prova possa ser feita mais rapidamente. Como o Estadão mostrou, um Enem “mais leve” é um pedido de entidades de universidades privadas, que veem o adiamento da prova como um problema para o ano letivo de 2021. O diretor do Semesp, que representa as instituições particulares de São Paulo, Rodrigo Capelato, diz que um dia só de prova poderia tornar o processo mais rápido. 

Jornal Somos

Jornal Somos

Jornal online com a missão de produzir jornalismo sério, com credibilidade e informação atualizada, da cidade de Rio Verde e região.

COMPARTILHE:

INSCREVA-SE

Cadastre seu e-mail e fique por dentro de todas as notícias do Brasil e do mundo com publicações realizadas pelos melhores jornalistas do Brasil. A plataforma inteligente do Jornal SOMOS oferece o melhor do conteúdo jornalístico exclusivo para você.

ENVIAR
Obrigado por se inscrever em nosso site. Aguarde novidades!
Jornal Somos
ACOMPANHE AS NOSSAS REDES